segunda-feira, 5 de março de 2007

Discos para ouvir, antes de morrer - MASK - BAUHAUS



Uma delicia de musica. A descoberta do gótico no rock. Uma banda enorme. Tantas horas, bem vividas, ao som de BAUHAUS! Que maravilha o concerto na ressurecion tour de 98 - pavilhão atlantico!!

É outro dos 1001 discos para ouvir antes de morrer. Só tenho em vinil...


...Como continuação do seu triunfante álbum de estreia In The Flat Field, Mask foi um notável passo em frente e a confirmação que cada um dos músicos possuía o potencial da longevidade artística (todos os membros seguiram carreiras brilhantes a solo depoís da dissolução dos Bauhaus, em 1983). O grupo Bauhaus foi sempre definido por uma severidade teatral penetrante, e Mask não foi excepção - desde a capa a preto e branco de Daniel Ash ao perfeito equilíbrio entre a angústía e o humor nas eloquentes letras de Murphy ou as actuações com luzes brancas (<as luzes às cores são para a árvore de Natal>., comentam no site oficial).
Os Bauhaus da era Mask nunca precisaram dos adornos do rock moderno.

(Alexandra Heller-Nicolas in 1001 discos para ouvir antes de morrer)

2 comentários:

RCataluna disse...

Bem!! Isso é que é bom gosto! Descobri-os aquando da sua passagem por Portugal na ressurecion tour. Não fui ver, mas ouvi um especial na ANtena 3 e no dia a seguir fui comprar Gotham e, mais tarde, consegui arranjar o vídeo desse concerto. Peter Murphy é grande...

jocasipe disse...

Tb ouvi o especial da A3. Ia a caminho de Lisboa, mas foi desnecessário pois conhecia a sua discografia de fio a Pavio. Os BAUHAUS duraram 4 anos (79/83) e tiveram albuns espectaculares. Este terá sido, para mim também, o melhor. Em 88 tb tive o prazer de ver Peter Murphy ao vivo no "vestuto" Coliseu dos Recreios - Magnifico!