sexta-feira, 27 de julho de 2007

Barraca (s)

Ora bem, cá estou de regresso, embora por breves minutos.
Já com a barraca armada, embora algumas arestas para limar, a instalação está mais do que consumada.
Tem sido uma semana a colocar ordem na barraca: Ligações de água, luz, TV, fixações, etc, etc.
A TV tem estado pouco colaborante, ainda não está definitiva, a ver se hoje fica! Ora se vê a Tele5, a Antena 3, a TVE 1 e 2, Canal Sur e mais alguns espanhóis, ora não se vê nada. Nem os 4 míseros (pela miséria de conteudos) canais portugueses se tem visto em condições.

Ainda assim, tem dado para ver algumas coisas giras. Muito boa a corrida de F1 na Alemanha (GP da Europa). Acho que a definitiva regra da F1 devia ser a obrigatoriedade de chover 1, ou 2 vezes em cada corrida! Espectáculo garantido!



(foto: jocasipe)

Mas a grande barraca da semana tem sido o Tour de France. Esta semana então, foi alucinante. Estou revoltado. Passei horas a assistir a um logro! O doping no desporto é uma viciação inqualificável! Todos os meus ídolos tem pés de barro. Desde Pantani, Ulrich, Landis, agora Rasmussen e Vinokourov... Que etapas tão belas a que assisti, na ilusão de estar a ver uma competição bonita, emocionante, digna limpa...

Assinalo apenas a corajosa decisão de 2 canais alemães, que transmitiam a Volta à França e, simplesmente suspenderam a transmissão na sequência dos casos de doping...

De resto... Estou de FÉRIAS!

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Férias

Vou de férias.

(foto: jocasipe)

Se conseguir "postarei" algumas coisas. Se não.... não!

Até já.

(porque será que este post parece um anuncio de telemóveis????)

Pensamento do dia

A cuequinha fio dental é como uma vedação de arame farpado.

"Protege a propriedade sem tapar as maravilhas da paisagem!!!"

quinta-feira, 19 de julho de 2007

Marretas

Versão actual e portuguesa do imortal sketch do marretas




A ficha técnica no fim está fenomenal.

quarta-feira, 18 de julho de 2007

rapidinha...

O menino de quatro anos está no banho examinando os seus testículos e pergunta à mãe:

- Mãe, isto é o meu cérebro?

Responde a mãe:

- Ainda não.

Animais!

Animais, são aqueles que abandonam cães gatos e outros, de estimação, quantas vezes mais amigos e fiéis que os humanos. Agora, em tempo de verão e de férias existe um pico de incidências.

Neste mundo ainda há aqueles que remam contra a maré. Não se conformam. Naturalmente, e por motivos diversos, uns mais activos que outros. Por isso, realço a coragem daqueles que são mais activos que eu!

Se puderem ajudar sugiro, por exemplo, um jantar:

Jantar da Associação Cantinho dos Animais de Beja
Sexta-feira – 20 de Julho 20.30 horas Restaurante “Manjar do Rei” Marcações: No próprio restaurante ou 934454683 11€ por pessoa Entradas, dois pratos (carne e peixe), bebidas (excepto bebidas brancas e garrafas), café e sobremesa. Mais informações: 967788295

(Foto: jocasipe)

A foto que ilustra este post é da minha Tucha (Yorkshire Terrier)! Como já tinha sentido "pressões" pois já tinha mostrado a Kika (mãe desta), acedi e pronto! Cá vai. Como todos os cães é meiga e terna. Comparada com a mãe, o que perde em esperteza, ganha em tamanho e peso - 4.5 Kg de cão, contra 2.2 da mãe!

(neste imagem, está pacientemente aguardando que o trabalho de cabeleireiro termine, afinal um fresco penteado de verão ajuda a suportar o calor....)

terça-feira, 17 de julho de 2007

Anibeja 2007

Uma noite em que fui jantar fora, vá lá saber-se porquê....

Depois de jantar, passei, com curiosidade, pelo Largo de Santo Amaro, local onde morei mais de 10 anos, pois era a noite em que começava o programa de animação do verão, a ANIBEJA, numa produção da Câmara Municipal de Beja e da Delegação do INATEL.

Com reservas quanto à afluência de publico, pese embora o sugestivo titulo da 7ª arte - O Homem Aranha 3 - lá fui e... fiquei espantado! Casa cheia. Muito bem! (vim cedo embora, pois a noite refrescou em demasia e eu não estava prevenido...)

Do programa da ANIBEJA 2007, até 13 de Setembro constam do programa de serões ao ar livre espectáculos de música e de cinema. 3ªs e 5ªs feiras. Largo Sto. Amaro, Jardim do Bacalhau, Parque da Cidade e Piscina Municipal.


Vale a pena, ao menos, ir espreitar na eventualidade de se estar em Beja e nada melhor ter para fazer.

Para ti - Sunshine of my life

17 de Julho de um ano já vivido. O primeiro, de muitos dias felizes (+ de 99,9999%).

She - Elvis Costello


...
você é assim,
uma "realidade" para mim,
...
Meu riso é tão feliz contigo
...
e agente não se cansa
...


Amo-te!

Hoje mais que ontem!

segunda-feira, 16 de julho de 2007

Montes Alentejanos 2007

Pronto! Está confirmado.
Vai existir a edição 2007 do Rali TT Montes Alentejanos.
Depois de várias incertezas que quase redundavam no desfecho de 2006 (não se realizou a prova) a edição 07 está confirmada.
Será nos dias 8 e 9 de Setembro, esta que é a 6ª prova do Campeonato Nacional de TT.
Coisas curiosas ocorerram, que vos darei conta em próximos post's.... como por exemplo, esta prova, tantas vezes ex-líbris da cidade de Beja ser organizada por um clube do Algarve...
Serão efeitos do "deserto", decretado por Mário Lino?



(foto: jocasipe)

domingo, 15 de julho de 2007

Domingo à tarde!

Motivos que nada tiveram a ver com a minha vontade retiveram-me em Beja. Ainda assim, gostei da tarde de domingo. A corrida do DTM (Campeonato Alemão de Turismos) foi boa como sempre. Acompanhei uma emocionante etapa da Volta à França em Bicicleta (adoro ciclismo). Do mal, o menos, o dia foi giro e resguardado do muito calor que se continua a sentir (claro que tiveram de estar duas TV's ligadas ao mesmo tempo).



(foto:jocasipe)

150 Anos dos Caminhos de Ferro em Portugal

Tive oportunidade de ir visitar a exposição que assinala os 150 anos dos Caminhos de Ferro em Portugal. São quatro carruagens, recuperadas a rigor, e que cronologicamente nos mostram a evolução dos Caminhos de Ferro em Portugal.

(foto: jocasipe)

Está ainda na Estação da CP de Beja, mas hoje é o último dia, seguindo depois para Faro.

(foto: jocasipe)

quarta-feira, 11 de julho de 2007

40º Graus

Ufa!!!

Quase tenho destilado nestes últimos dias!

Já apanhei bem mais de 40º dentro do carro. Valha-me o AC (o inventor merecia 1,2,3, etc estátuas!).

Lembrei-me de ir para o frigorifico...

(foto: MJM - protagonista: jocasipe)

Boa recordação...

Montes Alentejanos e outros zunzuns

Ainda não me tinha referido ao assunto, mas já consta há algum tempo... Não vai haver prova do TT em Beja em Setembro, o Montes Alentejanos.
Só falta a confirmação oficial, e os motivos parecem os ser os mesmos que motivaram a anulação da prova em 2006 - patrocinador principal!
Depois de uma era reiniciada em 1996, o Montes Alentejanos, perfilharam-se na primeira linha do TT Nacional, sendo sempre uma das provas mais carismáticas do calendário. A Cidade de Beja estava na fina flor TT, pensando-se, inclusive, na internacionalização da prova.
Problemas diversos, e bem diversos, desligaram equipas, e desmoronaram um projecto.

(foto: jocasipe)

Mas, se esta será uma má noticia para os bejenses (e arredores) que gostam de automóveis, posso adiantar que existem ideias para fazer uma brincadeirinha em Setembro próximo, muito na linha do que foi feito a 15 de Abril.

segunda-feira, 9 de julho de 2007

Curiosidades do Sec XVII

Curiosidades dos anos 1600 a 1700

Ao se visitar o Palácio de Versailles, em Paris, observa-se que o sumptuoso palácio não tem banheiros.

Na Idade Média, não existiam escovas de dente, perfumes, desodorizantes, muito menos papel higiénico. As excrescências humanas eram despejadas pelas janelas do palácio.

Em dia de festa, a cozinha do palácio conseguia preparar banquete para 1.500 pessoas, sem a mínima higiene.

Vemos nos filmes de hoje as pessoas sendo abanadas. A explicação não está no calor, mas no mau cheiro que exalavam por debaixo das saias (que eram propositadamente feitas para conter o odor das partes íntimas, já que não havia higiene).

Também não havia o costume de se tomar banho devido ao frio e à quase inexistência de água canalizadada. O mau cheiro era dissipado pelo abanador.

Só os nobres tinham lacaios para abaná-los, para dissipar o mau cheiro que o corpo e boca exalavam, além de também espantar os insectos.

Quem já esteve em Versalies admirou muito os jardins enormes e belos que, na época, não eram só contemplados, mas "usados" como vaso sanitário nas famosas baladas promovidas pela monarquia, porque não existia casa de banho.

Na Idade Média, a maioria dos casamentos ocorria no mês de Junho (início do verão).

A razão é simples: o primeiro banho do ano era tomado em Maio; assim, em Junho, o cheiro das pessoas ainda era tolerável. Entretanto, como alguns odores já começavam a incomodar, as noivas carregavam buquês de flores, junto ao corpo, para disfarçar o mau cheiro. Daí termos "Maio" como o "mês das noivas" e a explicação da origem do buquê de noiva.

Os banhos eram tomados numa única tina, enorme, cheia de água quente. O chefe da família tinha o privilégio do primeiro banho na água limpa. Depois, sem trocar a água, vinham os outros homens da casa, por ordem de idade, as mulheres, também por idade e, por fim, as crianças. Os bebés eram os últimos a tomar banho.

Quando chegava a vez deles, a água da tina já estava tão suja que era possível "perder" um bebé lá dentro. É por isso que existe a expressão em inglês "don't throw the baby out with the bath water", ou seja, literalmente "não jogue o bebé fora junto com a água do banho", que hoje usamos para os mais apressadinhos.

Os telhados das casas não tinham forro e as vigas de madeira que os sustentavam era o melhor lugar para os animais - cães, gatos, ratos e besouros se aquecerem. Quando chovia, as goteiras forçavam os animais a pularem para o chão. Assim, a nossa expressão "está chovendo canivete" tem o seu equivalente em inglês em "it's raining cats and dogs" (está chovendo gatos e cachorros).

Aqueles que tinham dinheiro possuíam pratos de estanho. Certos tipos de alimento oxidavam o material, fazendo com que muita gente morresse envenenada. Lembremo-nos de que os hábitos higiénicos, da época, eram péssimos. Os tomates, sendo ácidos, foram considerados, durante muito tempo, venenosos.

Os copos de estanho eram usados para beber cerveja ou uísque. Essa combinação, às vezes, deixava o indivíduo "no chão" (numa espécie de narcolepsia induzida pela mistura da bebida alcoólica com óxido de estanho).

Alguém que passasse pela rua poderia pensar que ele estivesse morto, portanto recolhia o corpo e preparava o enterro. O corpo era então colocado sobre a mesa da cozinha por alguns dias e a família ficava em volta, em vigília, comendo, bebendo e esperando para ver se o morto acordava ou não. Daí surgiu o velório, que é a vigília junto ao caixão.

A Inglaterra é um país pequeno, onde nem sempre havia espaço para se enterrarem todos os mortos. Então os caixões eram abertos, os ossos retirados, postos em ossários, e o túmulo utilizado para outro cadáver. As vezes, ao abrirem os caixões, percebia-se que havia arranhões nas tampas, do lado de dentro, o que indicava que aquele morto, na verdade, tinha sido enterrado vivo.

Assim, surgiu a ideia de, ao se fechar o caixão, amarrar uma tira no pulso do defunto, passá-la por um buraco feito no caixão e amarrá-la a um sino. Após o enterro, alguém ficava de plantão ao lado do túmulo, durante uns dias. Se o indivíduo acordasse, o movimento de seu braço faria o sino tocar. E ele seria "saved by the bell", ou "salvo pelo gongo", expressão usada por nós até os dias de hoje.

sexta-feira, 6 de julho de 2007

Fim de Semana - Há corridas de Carros!!!!!

E eis-nos chegados ao Fim de Semana! Com grande pena minha não consegui ir ao Porto. Para além de ser longe, o preço dos bilhetes para a prova do WTCC é proibitivo! E, se a isso somar os valores das deslocações, alojamento e alimentação, decerto ficaria um fim de semana em mais de 500 €!
Mas do mal, o menos, sempre vou acompanhar o andamento dos trabalhos através da TV ou mesmo da Internet (a eurosport transmite em live streaming todas as provas do campeonato). Espero que o Tiago Monteiro faça uma boa prova, embora me pareça que o seu SEAT não tem a competitividade dos BMW, em particular o do Brasileiro Augusto Farfus. Mas vamos aguardar para ver.


Mas este fim de semana temos também Formula 1! É em Inglaterra, naquela que foi a pista onde decorreu o 1º GP da História - como curiosidade, venceu Nino Farina em Alfa-Romeo - Silverstone. A luta pelos primeiros lugares está mais feroz que nunca, com o novato Lewis Hamilton (a nova coqueluche da F1) a correr em casa, e a querer ganhar! Vamos ver se Alonso (anda nervoso) e os Ferrari's deixam. Para seguir com redobrada expectativa.

quarta-feira, 4 de julho de 2007

Pode ser que seja desta

Há muito que os representantes do sector automóvel reclamam a dupla tributação, que os compradores são alvo. Sobre o preço base de um veiculo, incide inicialmente o IA (Imposto Automóvel), e sobre a junção dos dois (preço base + IA) ainda incide o IVA, originando, desta forma uma dupla tributação, em que um imposto incide sobre outro imposto. Uma aberração que os nosso governantes têm fomentado. Pode ser que desta vez se lixem, e ainda consigamos recuperar algum...


A Comissão Europeia (CE) recomendou terça-feira a Portugal que altere a legislação interna no sentido de deixar de incluir o Imposto Automóvel (IA) no valor tributável dos carros para efeitos de pagamento de IVA, ameaçando levar Portugal a tribunal, caso Lisboa não acate a recomendação.

Fiscalistas citados pelo DE defendem hoje que existe base legal para que os consumidores reclamem em tribunal a devolução do IVA pago sobre o Imposto Automóvel nos carros comprados nos últimos quatro anos. "Caso Portugal acate a recomendação de Bruxelas deveria ser possível através de um requerimento dirigido à Direcção-Geral de Contribuições e Impostos reaver o dinheiro", disse Jorge Morgado (secretário-geral da Associação de Defesa do Consumidor - Deco), à Agência Lusa.

O recurso aos tribunais é também equacionado por Jorge Morgado, que considera que com uma acção popular de um grupo de contribuintes, o tribunal poderá decidir que o Estado deve restituir o dinheiro às pessoas. O responsável alertou também para o facto de existir um prazo, que não soube precisar, a partir do qual prescreve a possibilidade de reclamar os valores pagos.

Questionado sobre a possibilidade da Deco vir a liderar uma eventual acção popular, Jorge Morgado disse apenas que a questão será analisada na próxima reunião de direcção.


noticia daqui

Discos para ouvir, antes de morrer - The Queen Is Dead - The Smiths

É um daqueles discos que nunca se deixam de ouvir. Intemporal, como praticamente toda a música dos Smiths.

THE QUEEN IS DEAD - THE SMITHS


Os Smiths foram, antes do mais, uma banda prolífica. A velocidade a que conseguiam reunir material novo parecia prever que permaneceriam juntos por pouco tempo.

The Queen Is Dead, gravado em Dezembro de 1985 (não foi imediatamente lançado por questões legais), foi posto à venda em Junho de 1986 – foi o terceiro álbum da banda em dois anos (o quarto, se incluirmos o magnifico Hatful Of Hollow).

Este foi também a sua obra-prima. Aquilo que faz deste álbum um trabalho tão impressionante é o facto de a banda ter passado por algumas dificuldades nessa época. Não tinham um agente fixo (ninguém conseguia suportar a relação entre Morrisey e Johnny Marr), estavam a renegociar o contrato com o selo discográfico e o baixista Andy Rourke estava completamente dependente de heroína.

De todos estes conflitos nasceu um álbum assombroso, preciso e hilariante – e tudo isso no primeiro tema, um ataque selvagem, ainda que genial e perspicaz, à família real, que inclui uma avalanche de guitarras sobreproduzidas (um encontro entre MCS e Velvet Undergound proporcionado por Marr). …
O álbum seguinte viria a ser igualmente genial – e também o último.


Peter Watts in
1001 discos para ouvir antes de morrer

segunda-feira, 2 de julho de 2007

Para sorrir no inicio da semana

Diálogos Entre Alentejanos

I
- Compadre, chame-me um táxi.
- És um táxi!

II
- Pai, quero um dicionário para ir para a escola.
- Vai a pé que eu também fui!

III
- He compadre, você hoje calçou os sapatos ao contrário!
- Pois foi..., e foram logo os dois!

IV
- Compadre, então você vem com uma meia de cada cor?
- É verdade, e lá em casa tenho outro par igual.

V
- Compadre, a água ferve a 90 graus não é?
- Não, ferve a 100 .
- Tem razão. O que ferve a 90 graus é o ângulo recto.

VI
- Compadre, tem estado um calor tão grande que este ano já tomei dois banhos.
- Bolas, que você sempre dentro de água parece mesmo um pato...

VII
- Compadre, o seu cão está tão magrinho. É só pele e osso! Então ele não come?
- Ai não que não come..., eu é que não lhe dou!

VIII
- Compadre, você gosta mais de sexo oral ou de sexo anal?
- Ora compadre, gosto mais de um meio termo. Nem de hora a hora, nem de ano a ano!

domingo, 1 de julho de 2007

FAP - 55º Aniversário

Foi um dia bem interessante. Base Aérea Nº 11 aberta à população, que respondeu presente! Uma vez mais, os Asas de Portugal deram espectáculo, a exemplo dos Rotores de Portugal. A exposição estática de aeronaves também é digna de registo.


(foto: jocasipe)


Muito concorrido esteve o C-130, que possibilitava o baptismo de voo a muita gente. As filas eram intermináveis o que, associado ao muito calor, fez com que eu não me inscrevesse. Mas foi um dia muito bom, que culminou no Pax-Julia, Teatro Municipal de Beja, com um excelente concerto da Banda da Força Aérea, acompanhado pelo Coro de Câmara de Beja. Muito Bom!


(foto: jocasipe)