sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Fotografias que fizeram história (IV)

Execução em Saigon
"O coronel assassinou o preso; mas e eu... assassinei o coronel com minha câmara" - Palavras de Eddie Adams, fotógrafo de guerra, autor desta foto que mostra o assassinato, a um de fevereiro de 1968, por parte do chefe de polícia de Saigon, a sangue frio, de um guerrilheiro do Vietcong. Adams, correspondente em 13 guerras, obteve por esta fotografia um prêmio Pulitzer; mas ficou tão emocionalmente tocado com ela que se converteu em fotógrafo paisagístico.

8 comentários:

Plum disse...

Sem palavras...

Bom fim de semana!!!***

RCataluna disse...

Arrepiante...

Abraço e bom fim-de-semana!

PoesiaMGD disse...

Não queres partilhar isto em outro lugar?

Deixo um convite: escritartes.com
Vem espiar e, quem sabe, publicar!
Um abraço

Miminho do bebé disse...

É triste de ver
a verdade muitas vezes magoa

bom fim de semana

bjs

Bento disse...

as imagens cruéis deste nosso mundo tão belo, poético não, pena essas coisas acontecerem e de poético nada terem

Zig disse...

Essa não conehcia, ao contrário da de baixo!

Porquê é que será que só fotos de violência ganham prémios?

Rubina disse...

Que arrepio...

Olhos de mel disse...

Imagens chocantes! Mas é preciso que o mundo conheça, o que chamamos de "ser humano" é capaz de fazer.
Boa semana!
Fique com Deus!
Beijos