quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Beja - ontem e hoje

Actual Avenida Miguel Fernandes. Era bem diferente há + de 50 anos...

(foto recebida por mail)


(Foto: jocasipe)

Uma vez mais o enquadramento não foi o ideal.... enfim. Mas podemos verificar que alguns traços se mantem inalteraveis!

Curioso.



Vollant

Já conheço o Luis Carlos à mais de 20 anos. Recordo-me de ir a sua casa, curtir umas boas guitarradas. Tempos de escola...

Depois dos Ex Oriente Lux, o Luis Carlos ainda participou noutros projectos, e agora está de regresso com o projecto Vollant.


Amanhã à noite, o Pax Julia - Teatro Municipal de Beja irá receber esta banda Bejense num concerto que conta com 2 convidados especiais: Zé Pedro e Kalu do Xutos e Pontapés.

A não perder! Saiba mais aqui e aqui.

Telecomando masculino

Já procurei na Worten mas não encontrei....

(imagem recebida por mail)

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Fotografias que fizeram história (XI)

The Falling Man

The Falling Man é o título de uma fotografia tirada por Richard Drew durante os atentados do 11 de setembro de 2001 contra as torres gêmeas do WTC. Na imagem pode-se ver um homem atirando-se de uma das torres. A publicação do documento pouco depois dos atentados irritou a certos setores da opinião pública norte-americana. Acto seguinte: a maioria dos meios de comunicação autocensurou-se, preferindo mostrar unicamente fotografias de atos de heroísmo e sacrifício. Ah sim... Mas eles passaram exaustivamente na TV a morte de Saddam...

Figuras

Realmente! As figuras que um gajo faz para conquistar uma rata....


(imagem recebida por mail)

domingo, 25 de novembro de 2007

Dona Leonor

No centenário de D. Leonor, 1958

O programa das comemorações incluía a inauguração de uma estátua em Beja, lugar de nascimento da Rainha. O escultor escolhido foi Álvaro de Brée, e eu fui incumbido de acompanhar a realização do trabalho.
Fui, por isso, muitas vezes ao estúdio. O primeiro projecto desagradou-me muito: uma rainha imponente, arrogante, majestosa A fonte de inspiração era, possivelmente, a estátua das Caldas da Rainha, da autoria de Francisco Franco, mas esta versão era ainda mais altiva e imperiosa Álvaro de Brée era um homem culto e compreensivo, sempre atento à razão dos outros. Aceitou, de bom grado, a minha crítica: o que se pretendia homenagear não era a Rainha de Portugal, esposa do rei D. João li, mas a fundadora das Misericórdias, a mater-dolorosa que viu morrer; na força da juventude, o único filho
que tinha, a esposa infeliz, viúva malfadada que se viu denunciada de cúmplice na morte do marido, a mulher caridosa cobrindo com seu manto todas as dores, enxugando as lágrimas, dando de comer a quem tem fome e de beber a quem tem sede, como dizem os catecismos cristãos.
Serão após serão, o escultor ia ouvindo, paciente, as minhas razões, e com as espátulas ia-as transferindo para o barro obediente da maquete. E sobre o assunto eu mantinha toda a confidencialidade que evidentemente se impunha.
A inauguração do monumento foi um acta solene, em que estiveram presentes muitos membros do Governo. A estátua agradou muito. Vários oradores teceram os mais calorosos e comovidos elogios. O último a falar foi o escultor, que não era dotado do dom da eloquência.
Foi por isso muito breve, rude, sincero:
Agradeço muito os elogios que me fizeram, mas acho que não os mereço. Eu só fui mãe da estátua. O pai foi o Dr. José Hermano Saraiva, e até acho que ela sai mais ao pai do que à mãe.


In
Álbum de Memórias de José Hermano Saraiva
Anos 40 e 50


A ideia deste post já tinha barbas e estava na forja. Proporcionou-se amíude devido a um outro post.

Beja - ontem e hoje

Já não postava imagens confrontadas com o tempo desde setembro mas, em minha defesa, tenho a avaria da minha "capturadora de imagens".

Resolvi retormar, embora a foto que apresente não tenha o enquadramento que mereceria. Vale pela documentação.

Tem quase 60 anos esta imagem. Quem conhece Beja passa por lá muitas vezes. (imagem recebida por mail)
1948 - 2007. E uma história imensa passou por cá, né? (foto: jocasipe)

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Redassão


Redassão: "O mano"

Quando eu tiver um mano, vai-se chamar Herrare, porque Herrare é o mano.



Fim.

Dakar 2008

Já é conhecida a localização das etapas portuguesas da edição 2008 do maior rali do mundo. O Lisboa-Dakar 2008, será em moldes algo diferentes dos anos anteriores. Este ano, não há passagem (em competição, claro) pelo Alentejo. Quem quiser ver, ou vai ao Ribatejo, ou ao Algarve. Creio que optarei pela 2ª hipotese. Aqui fica o percurso completo.

O Lisboa-Dakar vai disputar duas etapas em solo nacional. Se a segunda etapa não é novidade para ninguém, uma vez que repete a especial do ano passado. Já a etapa inaugural é completamente nova e vai disputar-se no Ribatejo, mais propriamente na Lezíria.
Vai ser uma classificativa onde o publico não vai poder deslocar-se de carro até ao local. Quem quiser assistir aos primeiros quilómetros do “Dakar” 2008 ao vivo, vai ter de se deslocar nos autocarros que a organização vai por a disposição. Aqui fica toda a informação necessária para aceder as etapas nacionais do Lisboa-Dakar.

Especial das Lezírias
, primeira em solo português, que decorrerá no dia 5 de Janeiro de 2008, será montado um dispositivo com base nos seguintes elementos chave:
Meio de acesso prioritário à 1.ª Especial: Zona 1 Vindo de Norte: Ponte da Lezíria (A10), A13, Vindo de Sul: A13 Estes acessos vão permitir aceder a “pontos de encontro” nos concelhos de Benavente e Montijo, em Samora Correia e Canha, respectivamente.
Estarão abertos a partir das 12 horas do dia 4 de Janeiro e nestes pontos far-se-á a recepção dos espectadores, onde cada Município e respectivas Freguesias terão programas de animação especialmente pensados para receber os espectadores do Lisboa-Dakar, que poderão desfrutar de momentos de verdadeira festa.
Zona 2 Vindo de Norte: Ponte Vasco da Gama (A12) Vindo de Sul: A2, IC32 Estes acessos vão permitir aceder ao Ponto de Encontro Alcochete. A partir das 4 horas da manhã de dia 5, através de autocarros disponibilizados pelos municípios e com o apoio da Vimeca, iniciar-se-á o transporte gratuito do público para as zonas espectáculo nos seguintes binómios: Ponto de encontro Samora Correia – Zona espectáculo Companhia das Lezírias e Zona espectáculo Brisa Ponto de Encontro Canha – Zona Espectáculo a designar Ponto de Encontro Alcochete – Zona espectáculo CofidisA Especial terá início às 8h30 horas do dia 5 de Janeiro e terminará por volta das 17h30, proporcionando 6 horas de emoção e experiências aos espectadores presentes. Os concorrentes irão encontrar pela frente uma especial rápida, ao estilo das típicas bajas portuguesas, onde ao contrário de 2007 haverá pouca areia a transpor. De salientar que Brisa, Cofidis e Companhia das Lezírias terão montadas também animações em cada uma das respectivas zonas espectáculo. A partir das 12h30, o transporte dos espectadores passará a ser feito exclusivamente no sentido Zona Espectáculo –> Ponto de Encontro. Logo após o final da especial entrarão equipas de limpeza das Câmaras Municipais de Alcochete, Benavente e Montijo bem como equipas da Ipodec iniciando-se desde logo a limpeza e recuperação dos locais.


No dia 6, realiza-se a segunda especial em solo português. O modelo de sucesso da edição anterior volta a ser utilizado em 2008, com os concorrentes a terem de disputar uma etapa muito técnica num solo de montanha, predominantemente duro. Os camiões não disputam esta especial, seguindo directamente para o ferry que os levará a África.
Zona Espectáculo 1 – Sítio dos Guenos/Portimão Acessos: A partir do nó de Alvor na A22 optar na N532 por Sr.ª do Verde ou Casas Velhas. Zona Espectáculo 2 – Arriqueta/Monchique Acessos: Seguir as indicações com muita atenção depois de deixar a N267 (Portela da Nave) pois os acessos fazem-se por caminhos rurais. Zona Espectáculo 3 – Pardieiro/Monchique Acessos: Por Alferce, Fornalha, S. Marcos da Serra ou o Caminho Municipal 1077. Zona Espectáculo 4 – Portimão Acessos: Esta Zona Espectáculo tem acesso exclusivo através de autocarros gratuitos colocados em vários parques de estacionamento da cidade de Portimão.

(texto e imagens daqui)

Coisas da informática

Já lido com computadores há mais de 20 anos, ainda assim ainda me surpreendem!

Isto da informática tem coisas do arco da velha. Coisas que nem lembra ao Diabo!

Recentemente comecei a ter um problema deveras estranho num dos meus PC's caseiros (pois, são 4 e brevemente serão 5!). Então, querem saber que quando faço o log in neste blog, a partir do PC principal de casa, a janela fecha e reporta um erro, não me permitindo logar?!

O curioso da história é que isso só acontece no sistema XP. Se entrar pela Vista não há problema nenhum! tudo funciona do melhor. Acrece referir que o computador tem 3 partições, uma para o XP, outra para o Vista e a 3º para guardar dados. Gosto muito do Win Vista, mas como ainda tem problemas de compatibilidades com alguns programas mais antigos, optei por ter os dois sistemas instalados, e vou alternando consuante as necessidades.

Se alguém souber a solução, eu agradeço.


quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Happy When It Rains

Hoje levantei-me com esta música no ouvido... Deve ser da chuva.




Excelente esta música dos Jesus & Mary Chain, do album darklands de 87, que ainda tenho em vinil.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Fotografias que fizeram história (X)

Espreitando a morte

Em 1994, o fotógrafo Sudanês Kevin Carter ganhou o prêmio Pulitzer de foto jornalismo com uma fotografia tomada na região de Ayod (uma pequena aldeia em Suam), que percorreu o mundo inteiro. A figura esquelética de uma pequena menina, totalmente desnutrida, recostando-se sobre a terra, esgotada pela fome, e a ponto de morrer, enquanto num segundo plano, a figura negra expectante de um abutre se encontra espreitando e esperando o momento preciso da sua morte. Quatro meses depois, abrumado pela culpa e conduzido por uma forte dependência às drogas, Kevin Carter suicidou-se.

Karting

É uma paixão. E fui ter com ela.

Foi no sábado passado, aproveitando ainda a ausência do tempo invernoso, que fui até Vila Nova de Santo André, ao kartódromo para me deleitar com uma tarde de karting!

Na companhia dos meus "moços", que não tiveram medo de me defrontar em pista, lá "brincamos" pouco mais de 30 minutos. Conjuntamente, um grupo de 3 casais também usava a pista, o que permitiu um maior elan, ao evoluírmos no bonito traçado do SAKI.

O problema, é que havia 2 tipos com andamentos semelhantes aos meus, o que permitiu uma competitividade bem quente, e grandes doses de adrenalina. Foi fantástico. Andei sempre a fundo e adorei, pese embora ainda efectuasse 2 ou 3 pões, e uma ligeira saída de pista... é o que acontece quando passamos os limites... pois!

O pior veio depois. No domingo descobri, no meu corpo, músculos que nem sabia existirem. Dores musculares, dos "abanicos" do karting, deixaram-me em estado quase vegetativo. Doía-me tudo! Nem teclar no computador era possível pois doía mesmo tudo.

Segunda feira foi igual, mas agora já me fui medicar. Terça feira: As dores, lentamente, vão desaparecendo. Até já consigo "postar". Hoje até já penso - quando terei hipóteses de voltar a sentar-me num kart...

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Fotografias que fizeram história (IX)

Protesto silencioso


Thich Quang Duc, nascido em 1897, foi um monge budista vietnamita que se sacrificou até a morte numa rua movimentada de Saigon em 11 de junho de 1963. Seu acto foi repetido por outros monges. Enquanto seu corpo ardia sob as chamas, o monge manteve-se completamente imóvel. Não gritou, nem sequer fez um pequeno ruído. Thich Quang Duc protestava contra a maneira que a sociedade oprimia a religião Budista em seu país. Após sua morte, seu corpo foi cremado conforme à tradição budista. Durante a cremação seu coração manteve-se intacto, pelo que foi considerado como quase santo e seu coração foi transladado aos cuidados do Banco de Reserva do Vietnan como relíquia.

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Control - Joy Division

Chega agora a Portugal o filme CONTROL, que conta a história de Ian Curtis, lider da banda que mais me influenciou na música, a JOY DIVISION!



Realizado pelo aclamado fotógrafo Anton Corbijn, segundo livro de Deborah Curtis, CONTROL conta a história do carismático vocalista dos Joy Divison Ian Curtis até ao momento trágico do seu suicídio. Com desempenhos de Samantha Morton (Relatório Minoritário) e Alexandra Maria Lara (A Queda – Hitler e o Fim do Terceiro Reich), o filme conta ainda com um desempenho notável de Sam Riley (24 Hour Party People) no papel de Ian Curtis.

Com banda sonora dos New Order e músicas originais dos anos 70 dos Joy Division, CONTROL documenta as relações de Ian Curtis com a sua mulher e com a sua amante, a sua batalha contra a epilepsia e o caminho para a fama dos Joy Division. (in www.7arte.net)

PS: Espero que este filme chegue a alguma sala de cinema de Beja, senão vou ter que o "sacar" da net...

sábado, 10 de novembro de 2007

Rural Beja - Feira do Outono

Este fim de semana há feira na cidade de Beja.
O Parque de Feiras e Exposições recebe até amanhã, dia 11, a Rural Beja - Feira do Outono. Uma mistura de feira tradicional com outras iniciativas interessantes, caso da Beja Sénior, ViniPax, RuralBio, Desafio Rural, espectáculos etc.


Cusiosa esta imagem.

A Associação Cantinho dos Animais tem cães para adopção.

O olhar expressivo não deixa ninguém indiferente.


Merece, ao menos que ajudemos estes verdadeiros amigos dos animais. Se não puder levar consigo um cão, contribua com uma(s) moedas para minimizar o sofrimentos dos cães abandonados...



(fotos: jocasipe)

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Sinais...

Este eu nunca tinha visto!

(foto: jocasipe)

Fiquei na dúvida: Será um sinal de ser perigoso dormitar? Que é de perigo, não tive qualquer dúvida mas os "ZZZ's" confundiram-me... ou será que era sinal de abelhas? ou...?

Também não o encontrei nos sinais de trânsito portugueses.

Já deve ter uns anitos, face ao seu estado de conservação, mas aí está ele, para as curvas.

Coisas da Lingua Portuguesa

Se o Mário Mata,
a Florbela Espanca,
o Jaime Gama
e o Jorge Palma,
o que é que a Rosa Lobato Faria?

E, já agora:

Talvez a Zita Seabra para o António Peres Metello...

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Vai um joguinho?

Vamos lá dar uns valentes pontapés neste gajo!



ps - post deliberadamente rapinado daqui.

De regresso

E cá estou de regresso.
Valeu este excelente fim-de-semana, com prolongamento, que me permitiu conhecer um pouco melhor este País magnifico que dá pelo nome de Portugal. Nestes dias pude conhecer o Luso, a Serra do Buçaco e Tomar. Confesso que não conhecia praticamente nada do centro de Portugal e fiquei encantado. A região centro é muito bonita. Nesta altura do ano, muitas árvores adquirem umas tonalidades pouco habituais o que, aliado aos magníficos dias de sol, proporciona um enquadramento de cores fantástico.
(foto: jocasipe)

Vale a pena ir para fora... cá dentro!