terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Baixo Alentejo

Nascido e criado em Beja, capital do Baixo Alentejo, sempre nutri um gosto particular por esta cidade que me viu nascer.

Também sempre a soube quase abandonada à sua sorte, fruto de politicas nada condizentes com uma capital de distrito (o maior do país!). Não é pois difícil enumerar exemplos de situações onde Beja, a cidade, tenha sido preterida a favor de Évora, por exemplo.

Talvez por isso, ultimamente tenho assistido a uma perspectiva de desenvolvimento que muito me apraz registar. Creio que teremos condições de proporcionar um melhor futuro aos nossos filhos, sem terem necessidade de procurar longe da sua terra o indispensável trabalho.

Nos dois últimos fins-de-semana, fiz uma coisa que gosto particularmente: ir passear nesta imensa planície. Deixar o alcatrão para trás e, quase sem rumo, explorar o terreno adjacente.
Foi bom. Principalmente porque vejo que a água de Alqueva já está a chegar bem perto. Os campos cultivados (por espanhóis ou portugueses, não interessa) têm outro elan. E o aeroporto de Beja está a avançar.

Tenho esperança num futuro melhor.

(fotos: jocasipe)

6 comentários:

mulherazul disse...

alentejana de gema muito amarelinha,penso que evora sempre foi mais favorecida, fiz o liceu em beja e terminei os meus estudos em evora,vivi lá 3 anos por isso adoro as duas, nem paris nem roma, que va-le as minhas cidades do meu querido alentejo, uma boa semana alentejano. Sabes que eu nunca digo que sou portuguesa digo sempre que sou alentejana, só para contrariar este povo que me rodeia que 70% são do norte de portugal
caral....

RCataluna disse...

Tenhamos esperança, meu caro!

Um abraço!

Bento disse...

E sempre bom vermos a nossa terra andar para a frente, neste país onde além da capital tudo vira paisagem, ... eu tive que deixar a minha lá bem longe, como 99 % dos meus amigos e familiares,

Zig disse...

Desde que os € da EU continuem a correr...

Speeder_76 disse...

Bonito... é engraçado saber que vocês terão um aeroporto. Só espero que tenha uso!

Paulo Sempre disse...

Ups...a "PAX JULIA" desventrada...
Abraço